O Dízimo em um minuto, uma contribuição para a pastoral do dízimo.

27-Contribuição para emissora de rádio/tv pode ser considerada como dízimo?

Não. Só é considerado dízimo aquele que nós levamos para a nossa comunidade. Você poderá ajudar as entidades, até mesmo porque elas precisam de ajuda, por isso São Paulo

vai nos dizer: "Poderoso é Deus para acumularmos com toda espécie de benefício, para que tendo sempre em tudo o necessário e vos sobre ainda muito para toda espécie de obras boas." É dessa sobra que nós vamos ajudar e apoiar aqueles que estão necessitados a nossa volta, sobre tudo na missão.

26-Um pessoa desempregada pode ser dizimista?

Claro que pode! Se ela tem um coração dizimista, tenha certeza que aquela é apenas uma circunstância das quais ela está vivendo, pois quando ela consegue o emprego ela retorna a contribuir que é uma segunda etapa, pois a primeira é a opção que o nosso coração faz. Porque exige de nós

reconhecimento, gratidão e fé.

25 - Já participo de algumas pastorais, eu preciso contribuir com o dízimo?


Claro que sim! Todos nós somos chamados, inclusive os bispos e os padres. Todos nós que temos provento temos que desejar participar deste projeto de salvação com aquilo que tem e produz. Mais do que qualquer outra pessoa, nós que estamos dentro da comunidade sabemos das necessidades dela.


24-Posso dar o meu dízimo para algum parente que esteja precisando?

Nós precisamos compreender que o dízimo é um compromisso que nós temos com Deus através da sua igreja, mas, as nossas comunidades tem um trabalho de apoio social. Se ela estiver bem organizada você poderá conversar com o seu pároco e dizer o que está acontecendo, e ele lhe aconselhará. 

23-Se o padre não tem família, porque ele precisa do dízimo?

A primeira coisa que precisamos compreender é que o dízimo não é para o padre, pois ele já tem a côngrua. O dízimo atua em toda a missão da igreja, onde se é feito todo um trabalho de prestações de contas, tanto para a diocese quanto para o estado.

22 - Qual a diferença entre dízimo, oferta, esmola, donativo e contribuição?


O dízimo é um compromisso que nós assumimos, tendo como base a nossa produção para com a comunidade que nós vivemos. Amamos esta comunidade e o projeto que ela tem para levar as pessoas e então desejamos participar dela e escolhemos com quanto. Uma esmola nós damos para aquelas pessoas que estão na rua e nos pedem.

Contribuições e donativos são aqueles que nós fazemos esporadicamente em campanhas que são realizadas.

21-É Verdade que tenho que dar 10% de tudo que eu ganho?

Em Jesus tudo se fez novo, o dízimo para nós é uma questão que transcende a matemática e a porcentagem, pois é você quem vai decidir com quanto vai contribuir.

20-O que eu ganho por me tornar dizimista?

Um coração solidário sabe o que significa, quando levamos uma cesta básica à alguém que necessita, a alegria da pessoa é grande, mas a nossa é muito maior porque estamos vivenciando a oportunidade de partilhar. O dízimo nos coloca em outra situação muito semelhante, pois nós temos condições de fazer acontecer no mundo tudo aquilo que nós aprendemos nas nossas comunidades e igrejas. Ele permite que levemos para o mundo os valores da nossa Igreja.

19-O que são as dimensões? Dimensão Missionária

É aquela que projeta todas as entradas em favor daqueles que atuam na evangelização. As despesas que envolvem a nossa formação e dos nossos sarcedotes entram na dimensão missionária.

18-O que são as dimensões? Dimensão Social

Uma Igreja que não atua com os seus pobres ela não caminha. A Igreja nasce entres os pobres para libertação de todos os cativos. A vocação natural do cristianismo é o cuidado com o pobre. Podemos fazer isso de duas maneiras: obras assistênciais ou obras sociais.

17-O que são as dimensões? Dimensão Eclesial

Há coisas que são feitas dentro da comunidade como: pagamento de salários de funcionários, despesas com impostos, taxas etc. São coisas que fogem um pouco do cotidiano do culto, da religiosidade e que nos mantém unidos e dentro da legalidade. Então seriam a eclesialidade ou as despesas eclesiais.

16-O que são as dimensões? Dimensão Religiosa

Tudo que envolve a manutenção e a formação religiosa e espiritual, está dentro da dimensão religiosa.

15-Padres e bispos devem ser dizimistas?

A princípio, pelo fato deles terem deixado casa, estarem vivendo conosco dentro das nossas comunidades eles seriam isentos. No antigo testamento os levitas eram isentos porque não fizeram parte nem da herança e nem da partilha das terras. Seria natural a título de dar exemplo, para poder ser testemunho na comunidade, que também fizesse a experiência do dízimo. Tanto eles como nós não somos obrigados, é uma opção por amor.

14-A quem o dízimo se destina?

A todos os fiéis e a todo gênero humano. Toda missão da igreja existe para as fases da vida: nascer, viver e morrer. Para que todos os sacramentos aconteçam, para que as pessoas recebam a palavra de Deus, para que elas tenham uma formação adequada e tenhamos um local de acolhimento. O dízimo também se destina aos cuidados com os nossos Sarcedotes, Bispos e Seminaristas. Ele alcança um raio muito amplo, inclusive você.

13-Deus precisa dos nossos dízimos?


Deus não precisa de nada, caso contrário não seria Deus!

O dízimo é uma oportunidade de nós compreendermos a grandiosidade

deste Deus enquanto provedor da vida.

12-Ganho tão pouco, não me fará falta, se eu tirar do orçamento?

O quinto mandamento da igreja vai nos dizer que, cada qual segundo as suas possibilidades, socorra as necessidades da sua comunidade. Não é para que você se aperte e muito menos limite os recursos de alimentação da sua família com dignidade. A maneira que participamos com o nosso dízimo é uma questão de oração, 'Senhor, tu me deste tanto, e eu desejo contribuir com tanto'.

11-Quem Administra?

Além do Sacerdote, a partir do Código Direito Canônico que nos orienta a formação de conselhos econômicos, é essa equipe junto com o CPP e com o padre que administra os recursos da paróquia. Muitos acreditam que é a pastoral do dízimo quem administra, porém se equivocam pois ela cuida dos dizimistas e o conselho econômico quem cuida do dinheiro.

10 - Deus exigiu 10% ?


Não. O dízimo para nós é uma oportunidade de aproximarmos do divino. Quando o Senhor nota que é possível fazer aliança com o povo nesse momento, Ele então acolhe, por isso dizemos que o dízimo nasce no coração do homem e encontra eco no coração de Deus.

9 - O dízimo é uma exigência de Deus?

Apesar de muitos acharem que Deus fez esta solicitação isso não é verdadeiro, Abraão quando ele faz a sua contribuição do dízimo diante de Melquisedeque no livro de Gênesis capítulo 14, ele faz esta contribuição faz por reconhecimento, gratidão e fé.

8 - O dízimo é obrigatório?

O dízimo não é uma questão econômica de enfiar a mão no bolso e dar dinheiro. O dízimo faz com que compreendamos o valor das coisas, inclusive do dinheiro e fazemos com que ele sirva para evangelização.

7 - O que é feito com

os dízimos?

Ele é administrado pelo conselho econômico e pelo padre em quatro dimensões básicas que são: religiosa, eclesial, social e missionária.

6 - Quem recebe o dízimo na comunidade?

É claro que podemos fazê-lo através do plantão ou da secretaria, mas a pessoa que de modo legal responde a essas entradas é o nosso sacerdote.Vemos isso em Hebreus, quando ele nos diz que os filhos de Levi revestidos do sacerdócio tem por missão , receber o dízimo legal do povo.

5 - Se eu não der o dízimo, vou pro inferno?

O dízimo não é uma condição para irmos ou não para o céu, mas sim, para trazemos o céu para dentro de nós.

4 - O dízimo é bíblico?

Sim, ele é bíblico. Apesar da prática ter nascido bem antes da bíblia com os sumérios, mas a partir de Gn 14,20 vemos uma história linda e extraordinária do dízimo que acompanha o desenvolvimento entre a história de Deus e dos homens.

3 - O dízimo é feito para encher os bolsos dos padres?

Esta dimensão sacerdotal se estende a todos nós, não somente em contribuir como ajudar na administração, para que de modo coerente ele faça acontecer a transformação social que tanto precisa, de uma sociedade injusta para uma mais justa, de uma egoísta para uma mais fraterna.

2 - Como me tornar dizimista?

A primeira coisa que acontecerá é uma transformação em seu coração, para ver se você ama o projeto que Deus tem para sua vida. Feito isso, decida junto ao Senhor, tu me destes tanto e eu desejo participar com tanto. Procure então o plantão ou secretaria da sua paróquia e pronto, você será um dizimista.

1 - O que é o Dízimo?

O dízimo é uma contribuição sistemática e periódica que nós cristãos católicos fazemos juntos a nossa igreja para podermos motivar e incentivar a missão da própria igreja.


Sobre o projeto...

Anos atrás, escrevi o livro Dízimo em 30 segundos, um sucesso em todo o Brasil. A partir dele, muitas pessoas começaram a me pedir para falar sobre o ‘minuto do dízimo’, momento que muitas paróquias mantêm para motivação e conscientização do dízimo ao final das celebrações das missas dominicais. Com minha incursão pelas redes sociais, notei que os vídeos curtos são mais bem aceitos pelo público em geral. O Dízimo em um minuto, uma contribuição para a pastoral do dízimo.

Objetivo

Responder de modo simples e objetivo questionamentos que chegam no cotidiano da Pastoral de nossas paróquias sobre o dízimo e as ofertas.

Público-Alvo

Todos os fiéis interessados em saber mais sobre o tema.

Metodologia

Gravação de pequenos vídeos, que também podem ser utilizados como Podcasts. Podendo ser compartilhados nas redes sociais; programas de rádio e TV da Igreja.

Perguntas frequentes

Posso compartilhar os vídeos nas redes sociais da minha paróquia?

Sim, este projeto tem como base auxiliar as pastorais do dízimo na conscientização da importância deste trabalho.


Os vídeos estão disponíveis em quais plataformas digitais?

Todos os vídeos serão lançados em nossas plataformas digitais, sendo elas, Instagram, Facebook e Youtube. Para auxiliar a procura destes perfis, ao final desta página conterá os ícones de cada rede, bastando você clicar para ser redirecionado.


Qual a periodicidade dos lançamentos?

Os vídeos serão lançados toda quarta feira no final do dia. Ative as notificações em nossas redes sociais.


Este conteúdo é gratuito?

Sim, esse conteúdo é inteiramente gratuito.

Onde nos encontrar?

contato@editoraapartilha.com.br

Copyright 2021 - Editora A Partilha. Todos os direitos reservados.